(11) 3201-2000

Notícias › 14/02/2020

Braço da Poli-USP aposta em drones e realidade virtual para engenharia

A Poli Júnior, empresa de engenharia da Universidade de São Paulo, apresenta o desenvolvimento de serviços baseados em realidade virtual para demonstrar projetos arquitetônicos. A intenção é que os contratantes possam ver as suas edificações em detalhes antes mesmo de que elas existam fisicamente.

Outra possibilidade são os drones que sobrevoam terraplanagem e edificações, fazendo com que os profissionais consigam acompanhar o trabalho que é realizado a quilômetros de distância. Além disso, o setor já conta com softwares capazes de dar uma visão 3D a um projeto estrutural, o que também ajuda o cliente a entender o resultado que a empresa deseja alcançar.

Na engenharia química, a novidade apresentada da Poli Júnior é o Microscópio Eletrônico de Varredura (MEV). O aparelho possui um dos potenciais de ampliação mais altos do mundo e dá à equipe maior precisão em suas análises químicas. O aparelho é capaz de realizar uma validação quantitativa de alguns elementos. “Utilizamos o MEV para uma análise microscópica mais moderna. Assim, conseguimos traçar as características da amostra do cliente com maior precisão e qualidade, o que afeta positivamente nas conclusões realizadas durante o projeto”, diz Felippo Pietro, gerente do núcleo de química da Poli Júnior.

Fonte: Infraroi

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.