(11) 3201-2000

Notícias › 05/07/2018

4G já responde por quase metade do mercado de telefonia móvel

Internet 4GO LTE mostra a sua força e registrou o maior crescimento mensal dos cinco primeiros meses de 2018.Foram 3,231 milhões de adições líquidas (aumento de 2,87%), total de 115,663 milhões de contratos no Brasil, o que significa 49,12% do market share do mercado, de acordo com dados divulgados pela Anatel nesta segunda-feira, 02/07.

No total,o Brasil registrou 235,45 milhões de linhas móveis em operação no mês de maio, uma redução de 2,75% (-6,67 milhões) nos últimos 12 meses e menos 0,11% (- 254 mil) na comparação com abril deste ano. Nos dados da Anatel, no quinto mês do ano foram registradas 144,16 milhões de linhas móveis pré-pagas, diminuição de 11,01% (-17,70 milhões) em 12 meses e menos 0,80% (-1,48 milhão) na comparação com abril. As linhas pós-pagas chegaram a 92,43 milhões, aumento de 13,55% (+11,03 milhões) em 12 meses. O crescimento foi de 0,98% (+ 893 mil) se comparado ao mês anterior.

Com o avanço do 4G, o 3G teve o seu pior desempenho em maio, com o desligamento de 2,739 milhões de acessos ativos, mas a tecnologia ainda responde por 31,74%, com 74,73 milhões. O 2G fica com 12,05% e 28,36 milhões de acessos ativos. As linhas utilizadas em aplicações máquina-a-máquina (M2M) representam 7,09% (16,69 milhões) do total. Nos últimos 12 meses, apenas as tecnologias 4G (+49,61%) e M2M (+23,25%) registraram crescimento. Fato similar também foi registrado na variação de maio e abril de 2018, 4G (+2,87%) e M2M (+1,86%).

São Paulo continua sendo o estado com o maior número de linhas móveis do país, 26,56% do total (65,55 milhões); seguido por Minas Gerais com 9,51% (22,38 milhões); e Rio de Janeiro com 8,69% (20,46 milhões). A Bahia é o estado com linhas móveis na Região Nordeste, 6,08% do total do Brasil (14,32 milhões); na Região Sul é do Rio Grande do Sul, 5,76% (13,55 milhões); no Centro-Oeste é Goiás, 3,34% (7,87 milhões); e na Região Norte é o Pará, 3,11% (7,32 milhões).

Nos últimos 12 meses, os maiores crescimentos foram registrados em estados da Região Norte do Brasil: Roraima liderou com mais 4,54% (+ 22 mil linhas móveis), seguido do Amazonas com mais 3,65% (+ 126 mil) e Amapá com mais 1,35% (+ 10 mil). Espírito Santo com mais 0,69% (+ 26 mil) e São Paulo com mais 0,28% (+ 173 mil) também cresceram. Todos os outros estados tiveram redução no número de linhas móveis.

Na comparação entre maio e abril de 2018, os estados que registraram aumento no número de linhas móveis foram: Roraima, mais 0,95% (+ 5 mil); Acre, mais 0,79% (+ 6 mil); Amazonas, mais 0,75% (+ 27 mil); Amapá, mais 0,67% (+ 5 mil); Espírito Santo, mais 0,62% (+ 24 mil); Paraíba, mais 0,39% (+ 16 mil); Sergipe, mais 0,36% (+ 7 mil); Mato Grosso do Sul, mais 0,28%(+ 9 mil); Mato Grosso, mais 0,26%(+ 11 mil); Pará, mais 0,15% (+ 11 mil); São Paulo, mais 0,05% (+ 31 mil); e Goiás, mais 0,03% (+ 2 mil).

*Com informações da Anatel

Fonte: Convergência Digital

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.